Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Creative Commons License
É terminantemente proibido copiar integralmente os artigos deste blog. Leia mais sobre a nossa licença e direitos reservados.
Esta obra também está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Plágio é crime e esta previsto no artigo 184 do código penal. Conheça sobre a Lei 9610 que regula os direitos autorais.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

1

O que é o belo? é de beber?

Feed
Assine nosso Feed ou receba atualizações por email. O que é Feeds?

Esse texto é parte de uma série. Leia o texto anterior ou volte ao princípio: O que é arte?
Credit Photo: Gorski / CC by

"A beleza é o nome de qualquer coisa que não existe, que dou às coisas em troca do agrado que me dão". Alberto Caiero / Fernando Pessoa

Você leitor, com certeza já utilizou algumas dessas frases: "Como ela é linda", "O por do sol é deslumbrante", "que piercing ou que tatuagem bonito(a)"!!!

É capaz de apontar objetos "bonitos" e que lhe dão prazer estético, dentre os "ditos" artísticos ou não.

"Isso é belo" e "isso é bom", são juízos de valor, são preposições que atribuem valores as coisas a nossa volta. Valor estético é uma preposição que não se encontra no objeto, mas lhe é agregado.
Afirmar que determinada pessoa, lugar, objeto ou estilo é feio, inútil, bom ou belo são rótulos criado por nós macacos humanos!

Contudo, "... Beleza não diz respeito às qualidades dos objetos, mensuráveis, quantificáveis e normatizáveis. Diz respeito à forma como nos relacionamos com eles. Beleza é relação (entre sujeito e objeto)". Segundo João Francisco Duarte, em O que é beleza?

A maneira como nos relacionamos com as coisas é que define onde a beleza pode se mostrar: Um jarro grande e raro, muda conforme a relação dos seus observadores, pode ser um estorvo para alguém responsável pela sua limpeza, lucro para alguém especializado no transporte e manuseio, uma curiosidade para um leigo e uma preciosidade para o seu "dono".

O importante é estender a noção de beleza sob vários prismas. Entender que ela não tem nada a ver com tonalidades, medidas, proporções, formas ou arranjos ditos "ideais". Ela é muito mais que um conceito pré-estabelecido.

A beleza é um dos elos, onde pessoas, objetos e o próprio mundo se relacionam entre si.


Assim não posso quantifica-lá, como exemplo escolho uma música para ouvir: The Scientist do Coldplay(vídeo), podemos examina-lá a fundo, submetê-la ao estudo de um especialista em acústica, onde ele iria medir a intensidade, altura e frequência das notas, montar gráficos das relações entre si, avaliar tom e postura do cantor, utilizar todo o arsenal de equipamentos que dispõe e elaborar um relatório minucioso sobre ela, que depois de tudo isso a pergunta inicial permaneceria sem resposta... Em que parte da obra a beleza reside? O que é belo para um não o é para outro.

Foi-se o tempo em que regras ditavam o que seria belo. A beleza habita, repito na relação entre o espectador e o objeto. E sendo assim, talvez, possamos entender o poeta no início do texto, porque beleza se sente de forma muito mais natural e suave, do que tenta explica-lá!

Seja observando uma rosa em jardim, a embalagem da sua cerveja preferida, fazendo uma marca definitiva sobre a pele ou virando um boneco voodoo todo espetado. Cabe unicamente a você definir o que é belo!

Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender ...

O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo...

Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar...
Amar é a eterna inocência,
E a única inocência não pensar...

O Guardador de Rebanhos, Meu olhar II, Alberto Caeiro / Fernando Pessoa

Livros:

  • O que é Beleza?


  • O Homem em busca de si mesmo




  • Esse artigo é a terceira parte da série, Body art: arte ou falta de juízo?
    E tem o modesto objetivo de ser um convite a reflexão.
    No próximo Sábado: Beleza é fundamental?

    1 Comentários:

    Vinicius 2 de março de 2010 09:09  

    o meu belo agora é trocar as caipiras e brejas por conhaque. .tá chegando o Frio..

    Postar um comentário

    Agradeço sinceramente seu comentário,todos os comentários serão moderados. Aqui existe censura (de leve).

    Conheça todas as regras elaboradas para uso desse blog.

    Se possível use sua conta do Google ou OpenID.

    A opinião dos leitores, não reflete a do autor.

    Postagens populares da semana

    Seguidores/Visitantes

    Postagens mais lidas do blog

    Voltar para a Home Encontrou um erro? Informe-nos!

      ©Template by Dicas Blogger.